Benefícios, Propriedades e Pra que Serve a Aloe Vera (Babosa)

0

A babosa é uma planta medicinal, também conhecida como Aloé vera, Caraguatá, Erva babosa, Babosa de botica ou Babosa de jardim, que pode ser utilizada em tratamentos de beleza em forma de gel, mas também em problemas de saúde, como infecções.

É uma planta natural do norte da África, que apresenta-se como uma espécie de cacto de cor verde, que possui inúmeras propriedades medicinais. Seus benefícios incluem:

  • Ação nutritiva: Estimula a formação das células e dos tecidos, pois possui 18 dos 23 aminoácidos necessários para o organismo humano;
  • Ação regeneradora: Contribui para a eliminação de células antigas e a formação de células novas;
  • Ação hidratante: Aloe Vera possui um gel que restaura tecidos danificados e hidrata a pele;
  • Ação digestiva: Aloe Vera possui enzimas que facilitam a digestão;
  • Ação anti-inflamatória: Possui propriedades que auxiliam no tratamento de inflamações, queimaduras e infecções.
  • Ação anticancerígena: A planta também possui a capacidade de parar o crescimento do tumor, quando utilizada como forma terapêutica complementar.

Pode-se consumir a Aloe Vera em forma de gel ou em forma de suco. Estes podem ser preparados de forma caseira, embora possam ser encontrados de forma industrializada nos hipermercados, farmácias de manipulação e dietéticas.

Modo de uso

Para preparar o suco de aloe vera em casa basta abrir duas folhas de aloe vera, retirar sua polpa e misturar no liquidificador com 1 litro de água e uma colher de mel, na proporção de 100 g da polpa para 1 litro de água. Beba várias vezes durante o dia.

Para que serve a babosa

A babosa serve para ajudar no tratamento da acne, queda de cabelo, anemia, artrite, dor de cabeça, dor muscular, queimaduras, feridas, gripe, insônia, pé de atleta, problemas de pele, inflamações, prisão de ventre e problemas digestivos.

Além disso, esta planta medicinal também é ótima para tratar a língua queimada.

Propriedades da babosa

As propriedades da babosa incluem sua ação laxante, adstringente, anestésica, anticancerígena, anti-hemorrágica, anti-inflamatória, bactericida, cicatrizante, hidratante e fungicida.

Modo de uso da babosa

As partes utilizadas da babosa são as suas folhas e a sua seiva.

  • Gel de babosa: Abrir a folha, retirar o gel e misturar no liquidificador na proporção de 1 colher de gel para 1 copo de água. Aplicar na região a ser tratada.
  • Suco de babosa: Abrir duas folhas da babosa do gênero Barbadensis miller e retirar sua polpa. Misturar no liquidificador, adoçado com mel e 1 maçã, na proporção de 100g da polpa para 1 litro de água. Beber várias vezes durante o dia.

Efeitos colaterais da babosa

Os efeitos colaterais da babosa incluem dor abdominal, diarreia, inflamação dos rins, ressecamento da pele, desmaio, hipotensão e nefrite.

Contraindicações da babosa

O uso interno da babosa está contraindicado para crianças, grávidas e durante a amamentação, assim como em pacientes com inflamações no útero ou ovários, hemorroidas, fissuras anais, pedras na bexiga, varizes, apendicite, prostatite, cistite, desinterias e nefrite.

Atenção: É muito importante que o indivíduo certifique-se de que a babosa é a do tipo Barbadensis miller, pois esta é a mais indicada para o consumo humano. As outras podem ser tóxicas e não devem ser consumidas.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...