As Vantagens e Desvantagens de Investir a Curto Prazo

As Vantagens e Desvantagens de Investir a Curto Prazo
0

O curto prazo deve possuir características de flexibilidade e liquidez imediata.

Quanto menor o prazo e a maior a segurança, menor a rentabilidade de um investimento. Essa é a principal desvantagem desse ativo. Mas essa é uma lei de mercado e não há como contorná-la.

Mesmo operando ações em day trade, é complicado conseguir uma rentabilidade incrível com um patrimônio pequeno e um prazo curto.

Não existe mágica.

Você precisaria de muita experiência na área e tempo disponível para se dedicar a sua carteira de ações, principalmente se ela ainda não foi formada.

Mas o curto prazo é vital para investidores que não possuem uma grande capacidade de poupar e estão sujeitos a mudanças repentinas na vida que podem causar a demanda de dinheiro imediatamente.

Essa é uma necessidade perfeitamente comum que apenas os investimentos de curto prazo e sua liquidez são capazes de sanar.

Curto Prazo X Médio Prazo X Longo Prazo

Como visto, investimentos de curto prazo são indicados para pessoas com planos para logo ou que querem formar um fundo de emergência, onde a liquidez seja imediata.

A médio e longo prazo, acima de um ano, o investidor deve pensar em imobilizar o seu dinheiro por um período garantindo uma rentabilidade maior. Esta com certeza fará toda a diferença com o passar do tempo por conta dos juros compostos.

A construção de um patrimônio sólido se dá com uma carteira bem distribuída com recursos alocados em contratos mais longos.

Imagine que você está comprando uma casa e que não usará aquele dinheiro para passivos, mas para gerar lucros constantes.

Com prazos maiores, uma estratégia é distribuir o seu patrimônio em produtos de 2 anos como LCIs seguras garantidas pelo FGC e COEs de Commodities que possuem um risco e rentabilidade maiores.

E também em produtos com mais de 2 anos, de longo prazo. Assim, você pode partir para a renda variável, como ações nacionais ou internacionais de empresas com segmento promissor e ótimo fluxo de caixa, para render dividendos e valorização da sua cotação.

Conclusão

Todos podemos precisar de dinheiro a curto prazo.

Mas isso não significa que ele tenha que ficar parado na conta-corrente. Ou pior ainda, na poupança! Como vimos, você pode ter um montante pequeno para fazer investimentos de curto prazo.

Mas sem cultivar esse dinheiro, ele tende a perder poder de compra para a inflação. Isso ocorre porque a caderneta rende menos do que a inflação e acaba corroendo o seu capital.

A palavra-chave para você que precisa de dinheiro em breve é: planejamento. Conheça as suas necessidades e de onde podem surgir surpresas financeiras.

você pode gostar também
Comentários
Carregando...