7 Sintomas do Estresse que Você não Deve Ignorar

thoughts
0

Você saberia identificar os principais sintomas do estresse no seu organismo?

O estresse é um processo natural do organismo que, diante de condições externas, gera uma resposta defensiva, seja fisiológica ou psicológica.

É um conjunto de sintomas que podem perturbar o equilíbrio emocional da pessoa, uma vez que, através de recursos físicos, mentais e comportamentais, procura lidar com situações que representam uma ameaça ou desafio.

É originado pelo instinto de sobrevivência que todos os seres humanos possuem e, por sua vez, são envolvidos órgãos como o cérebro e o coração.

Embora, às vezes, seja apenas uma resposta às mudanças no ambiente, em muitos casos pode se tornar um problema sério devido à recorrência de seus sintomas.

O mais preocupante é que se tornou tão comum hoje em dia que muitos dos seus sinais são ignorados até que se transforme em um transtorno crônico.

Por esta razão, é essencial saber como se manifesta e quais são os principais sintomas do estresse.

Descubra!

Estes são alguns dos principais sintomas do estresse:

1. Dores de cabeça

Um grande número de casos de dores de cabeça recorrentes na população adulta tem a ver com a exposição contínua a situações estressantes.

Esse estado emocional provoca uma contração dos vasos sanguíneos, diminuindo o fluxo de sangue para o cérebro e aumentando a tensão na cabeça.

De fato, quando se manifesta de forma crônica, é acompanhada por sensibilidade à luz, irritabilidade e problemas visuais.

2. Problemas digestivos

Os sintomas digestivos geralmente são ignorados como sinais de estresse, pois a maioria geralmente está associada com problemas gastrointestinais ou hábitos alimentares ruins.

A verdade é que estes dois distúrbios têm um vínculo estreito, uma vez que o sistema digestivo tem uma forte conexão com os neurotransmissores do cérebro.

  • A produção excessiva de cortisol, ou seja, o hormônio do estresse, influencia o aumento das secreções ácidas, e problemas como queimação e refluxo.
  • Também aumenta a recorrência da dor abdominal e, em alguns casos, pode causar náuseas e vômitos.

3. Queda de cabelo excessiva

É normal que o cabelo caia até certo ponto todos os dias. No entanto, como resultado do estresse, podem ocorrer perdas e dificuldades excessivas no seu crescimento.

As alterações hormonais que implicam permanecer sob este estado emocional podem afetar a circulação no couro cabeludo e dificultar o processo de oxigenação e nutrição dos fios de cabelo.

A verdade é que o volume diminui de forma alarmante e, embora alguns produtos consigam neutralizá-lo, é difícil controlá-lo completamente para aliviar esse problema.

4. Dores lombares

As dores lombares são frequentes naqueles cujo trabalho e estilo de vida envolvem permanecer por muito tempo na mesma posição.

Elas surgem por tensão muscular e circulação reduzida, geralmente relacionados à uma postura fraca.

No entanto, o estresse também pode ser uma das suas causas subjacentes, pois influencia o aumento da sensação de rigidez e dor.

5. Doenças cutâneas

O estresse é uma causa negligenciada de muitos problemas de pele que afetam a beleza.

Embora estes geralmente tenham sua origem em fatores externos como o sol e as toxinas, eles também estão relacionados à sujeição do corpo a esse estado emocional.

A falta de controle enfraquece a derme tornando-a mais sensível às agressões externas. Devido a isso, esse distúrbio pode se manifestar com problemas como:

  • Eczema
  • Psoríase
  • Irritação e vermelhidão
  • Alergias e surtos

6. Mãos inflamadas

A má gestão do estresse pode se tornar um fator desencadeante para as respostas inflamatórias do corpo.

Notar as mãos inflamadas e até mesmo doloridas, sem motivo aparente, é uma indicação de episódios de estresse que não foram controlados.

Embora seja necessário analisar se esse sintoma pode ser o sinal de distúrbios como a artrite, um grande número de casos desaparece à medida que esse transtorno emocional é tratado.

7. Mudanças no apetite

Enquanto algumas pessoas estressadas perdem o desejo de comer, outras sentem uma constante ansiedade por ingerir alimentos ricos em calorias.

Isto se deve a desequilíbrios no sistema nervoso, o que faz com que o cérebro responda com esses sinais.

É essencial prestar muita atenção, uma vez que pode causar deficiências nutricionais ou, caso contrário, excesso de peso e obesidade.

Você identifica esses sintomas do estresse? Em caso afirmativo, tome as medidas apropriadas para controlá-lo o mais rápido possível.

Embora seja normal sofrê-lo, seu tratamento é determinante para evitar problemas de saúde que exijam maior cuidado.

Fonte: Melhor com Saúde

você pode gostar também
Comentários
Carregando...