10 Melhores Alimentos Cicatrizantes

0

Passar por uma cirurgia, seja ela qual for, é sempre um momento delicado e que pode gerar bastante estresse ao organismo. E uma das melhores maneiras de combater o trauma causado pela operação e acelerar o processo cicatrizante do tecido é através da alimentação, já que é através dela que serão obtidos os nutrientes necessários para a regeneração celular.

Existem alimentos que ajudam na cicatrização pós-operatória, estimulando o envio de nutrientes até a área lesionada e diminuindo o tempo total necessário para que o tecido se cure por completo. Saiba quais são estes alimentos cicatrizantes eles logo abaixo.

Importância dos alimentos para a cicatrização

Uma dieta pouco nutritiva que não contenha uma boa proporção de vegetais e proteínas de qualidade poderá retardar o processo de cicatrização e até mesmo favorecer o surgimento de inflamações.

Por outro lado, uma alimentação com ingredientes naturais – frutas, verduras, legumes, gorduras boas e proteínas magras – que forneça muitas vitaminas e minerais, irá facilitar a cicatrização, reduzindo o tempo necessário para o tecido se recuperar e diminuindo a incidência de cicatrizes.

Doces, frituras, café, álcool, refrigerantes e outros alimentos processados também devem ser evitados por todos aqueles que acabaram de passar por um procedimento cirúrgico, uma vez que esses alimentos não só contribuem para as inflamações como ainda por cima são nutricionalmente vazios (ou seja, são calóricos mas quase não contêm vitaminas e sais minerais).

Não faça dieta

A menos que tenha recebido uma recomendação médica, evite fazer dieta caso esteja em um processo de cicatrização. Entenda por quê:

Mesmo um pequeno corte ou ferimento na pele podem alterar o processo de metabolização dos nutrientes pelo organismo, já que as proteínas, carboidratos, gorduras e antioxidantes serão redirecionados para a formação do novo tecido na área lesionada. Conhecida como fase catabólica da recuperação, esse é o período em que o metabolismo está acelerado e necessitando de um maior aporte de energia.

Deixar de se alimentar adequadamente ou então seguir uma dieta com pouca proteína poderá obrigar seu corpo a recorrer aos seus estoques musculares para a obtenção de energia e aminoácidos. Isso poderá resultar em uma perda de massa magra e em uma maior dificuldade para a cicatrização, já que o corpo como um todo fica ainda mais enfraquecido.

Fases da Cicatrização

De maneira simplificada, podemos dividir o processo de cicatrização em três etapas: a fase inflamatória, o estágio de proliferação e a fase de remodelação.

Enquanto a fase de inflamatória é definida pela coagulação e necessita de nutrientes como a vitamina K, a segunda etapa se caracteriza pela formação de células epiteliais e fibroblastos e demanda muita vitamina C, zinco, ferro e aminoácidos.

Já na fase de remodelação, o corpo necessita de carboidratos, proteínas e vitaminas, pois é nesse estágio que teremos o processo de formação, maturação e degradação do colágeno.

É por este motivo que não é possível comer apenas um tipo de alimentos cicatrizantes durante todo o processo de regeneração, já que as necessidades do organismo estarão aumentadas e o foco deverá ser na diversidade de nutrientes.

Alimentos que ajudam na cicatrização

Conheça os principais alimentos cicatrizantes que não devem faltar na dieta de quem passou recentemente por um procedimento cirúrgico:

1. Carnes magras e laticínios

As proteínas podem ser consideradas o nutriente mais importante para a cicatrização, já que vão atuar na formação de um novo tecido para fechar a ferida aberta durante a cirurgia. É importante ressaltar que durante o período pós-operatório você deverá consumir mais proteína que o habitual, sobretudo nas primeiras semanas.

Tente incluir pelo menos duas ou três porções diárias de proteína no seu cardápio, sempre optando pelos alimentos com pouca gordura, como é o caso da carne vermelha magra, carne de frango, peixe, leguminosas (feijão, soja, lentilha, grão de bico) e os laticínios light.

2. Nozes e azeite

Nozes, abacate, azeite e peixes são ótimas fontes de gorduras boas, aquelas que combatem as inflamações e que devem compor pelo menos 15% da sua dieta. Peixes como a sardinha e o salmão ainda contêm ômega 3, um tipo de gordura que fortalece o sistema imunológico e que pode torná-los alimentos cicatrizantes ainda mais importantes.

Outro motivo para incluir mais fontes ácidos graxos na dieta é que as membranas celulares são formadas a partir de lipídios, e o pós-operatório é exatamente o momento em que você mais estará regenerando e formando novas células.

Portanto, não fique preocupado somente com as calorias e garanta que seu prato tenha pelo menos uma boa fonte de gordura “do bem” para combater possíveis infecções e melhorar o processo de cicatrização.

3. Frutas cítricas

Kiwi, acerola, goiaba, laranja e abacaxi estão na lista dos alimentos cicatrizantes porque são ótimas fontes de vitamina C. E sem vitamina C não há colágeno.

Inclua pelo menos uma porção diária de uma fruta rica em vitamina C no seu cardápio.

4. Brócolis e Espinafre

Riquíssimos em antioxidantes e compostos anti-inflamatórios, esses vegetais escuros são fontes de vitamina K, nutriente que atua na coagulação sanguínea e combate a hemorragia.

Estudos indicam que o consumo diário desses dois alimentos cicatrizantes pode diminuir o sangramento na região afetada e facilitar o processo de regeneração do tecido.

5. Colágeno

Embora não seja propriamente um alimento, o colágeno aparece na lista de alimentos que ajudam na cicatrização porque é um nutriente fundamental para a reconstrução dos tecidos lesionados durante o corte cirúrgico.

Proteína mais abundante do corpo humano, o colágeno é responsável pela firmeza da pele e sua deficiência causa flacidez e um aspecto envelhecido.

Além de ser encontrado na forma de suplementos, você pode estimular a síntese de colágeno através do consumo de alimentos como gelatina, frutas cítricas, folhas escuras, carnes e ovos.

6. Fígado e ovos

Nós já sabemos que, para poder se cicatrizar e voltar ao seu aspecto funcional, o tecido necessita de nutrientes como vitaminas, aminoácidos e ácidos graxos. E como é que esses compostos chegam até o local lesionado?

Exatamente: através do sangue. E para que isso ocorra, o corpo necessita de ferro, o mineral que compõe as hemácias (células vermelhas do sangue) e que atua no transporte de nutrientes.

Faz sentido, portanto, incluir na sua dieta cicatrizante alimentos ricos em ferro. Além dos supracitados fígado e ovos, o espinafre, grão de bico, feijão, tofu, carne vermelha magra e frutas secas são fontes do mineral.

Vale lembrar também que a presença do ferro é necessária para a síntese do colágeno, proteína fundamental para a cicatrização. E esses mesmos alimentos ainda fornecem as vitaminas A e K, que também atuam no processo inflamatório e ajudam na cicatrização da pele. 

7. Sementes

As sementes de girassol e abóbora, as avelãs e o amendoim são ricas fontes de vitamina E, outro nutriente que atua no processo de cicatrização e melhora o aspecto da pele reconstituída. Elas também contêm gorduras boas, que como já sabemos ajudam a formar a parede das novas células.

8. Arroz integral

Como já vimos antes, o corpo necessita de energia para poder dar continuidade ao processo de cicatrização. E já é sabido que a fonte de combustível favorita do nosso metabolismo são os carboidratos, que fornecem energia de maneira prática e rápida.

Algumas das melhores fontes de carboidratos são os cereais e grãos integrais, que fornecem não apenas energia como também uma série de outros nutrientes essenciais para o sistema imune e para a cicatrização.

De fácil acesso e barato, o arroz integral pode ser considerado uma ótima adição ao seu cardápio de alimentos cicatrizantes, pois é rico nas vitaminas B1, B3 e B6, e nos minerais manganês, selênio e magnésio. O cereal integral ainda fornece uma boa quantidade de fibra alimentar e triptofano, este último um aminoácido precursor da serotonina.

Produzida pelo cérebro, a serotonina pode ajudar a minimizar a sensação de dor e melhorar o sono, dois aspectos importantes para quem está passando por um longo processo de cicatrização.

9. Frutas Vermelhas

Morango, mirtilo (blueberry), amora e framboesa são ricos em flavonoides, antioxidantes naturais que protegem a parede dos vasos sanguíneos (garantindo a chegada de nutrientes até as células que estão atuando nos diferentes estágios da cicatrização) e combatem o processo inflamatório.

Outros alimentos ricos em antioxidantes são os vegetais arroxeados – como a berinjela, o repolho roxo e a cereja – que contêm antocianinas que favorecem a saúde da pele.

10. Alimentos ricos em zinco 

Alguns dos alimentos cicatrizantes são aqueles que fornecem boas quantidades de zinco, uma vez que o mineral é indispensável para a atuação dos fibroblastos, células do tecido conjuntivo que são responsáveis pela produção de colágeno.

Boas fontes de zinco: ostras, carne vermelha (magra), espinafre, cacau, nozes, feijão, cogumelos e iogurte.

Beba Água

Além de incluir no seu cardápio uma variedade de alimentos cicatrizantes, certifique-se também de que sua hidratação está em dia, já que o corpo necessita de água para eliminar as toxinas e deixar a pele mais elástica e com menos marcas.

Beba de 6 a 8 copos de água mineral todos os dias, utilizando gengibre e hortelã para aromatizar o líquido e facilitar a ingestão.

Orientação Médica

Embora os alimentos acima não ofereçam riscos à saúde, converse com seu médico antes de aumentar o consumo de determinados nutrientes caso esteja fazendo uso de medicamentos.

Fonte: Mundo Boa Forma

você pode gostar também
Comentários
Carregando...